o som do silêncio

18, julho 18UTC 2007 às 4:41 pm | Publicado em sem categoria melhor | 11 Comentários

“Stat crux, dum volvitur orbis”

Enquanto o mundo dá voltas, a cruz permanece. É o que diz o lema dos cartuxos, a mais severa congregação religiosa da Igreja Católica.

Na vida monástica, quase eremítica, os cartuxos raramente trocam palavras entre si. O trabalho e a oração são individuais, com excessão da celebração comunitária que ocorre pela manhã (muito depois de terem se levantado pela madrugada para rezar). A refeição comunitária só ocorre aos domingos. E em silêncio. Não comem carne e, duas vezes por semana, só pão e água. As notícias do mundo exterior são apenas aquelas selecionadas pelo abade. A visita (breve) da família ocorre apenas duas vezes por ano.

Muito severo? Pode ser. Mas o documentário alemão “No silêncio divino” (Die Grosse Stille – Em inglês: Into Great Silence) mostra como uma primeira impressão sobre um outro modo de vida pode ser muito equivocada. O diretor (sem equipe e sem iluminação artificial) registrou durante meses o cotidiano dos habitantes do mosteiro francês Grande Chartreuse, mergulhado no seu trabalho e sua espiritualidade.

Não se trata de um filme religioso. Mas as quase três horas de quase total silêncio falam mais de Deus do que qualquer sermão ou homilia aos berros que costumam freqüentar a televisão. O crepitar da chama do aquecedor, a martelada solitária, o ranger da tábua ao ser pisada, o ruído do cortador de cabelo. Cada som reveste-se de uma novidade impressionante.

Lamentavelmente este filme ainda não foi lançado no Brasil (seu lançamento europeu foi em 2005). E talvez nem seja. A única maneira de assistí-lo por aqui parece ser por um download no emule, que vai exigir uma paciência monástica (no mínimo uns 3 dias). Ou uma importação. Ou, bem conversadinho, posso emprestar minha cópia.

Agora, quem quiser acompanhar ao vivo a vida dos monges cartuxos vai ficar querendo. Existe um mosteiro em Ivorá, no Rio Grande do Sul, mas eles não admitem visita. Então, das duas uma: ou entra como vocacionado, ou tente uma ordem monástica menos rígida (mais light?) como os beneditinos ou os trapistas.

Anúncios

11 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. to loco p ver esse documentário!

    e o silêncio, bem…

  2. Me interessei pelo documentário também…

    O que mais me atrai quando vejo reportagens sobre a vida monástica era justamente o silêncio, a grandiosidade que ganham o barulho dos passos pelos corredores, a grandiosidade dos pequenos atos, tudo isso devido, justamente, ao clima intimista que cada ação ganha.

    Há não muito tempo escrevi um post sobre o silêncio (já havia escrito outros), se quiseres ler é do dia 10 de junho:
    http://www.metamorfosepensante.blogger.com.br/2007_06_01_archive.html#39671346

    Beijos

  3. cara, esqueci o que eu ia comentar pq esse trapista no final me fez lembrar de cerveja! PQP!

    ah, outra coisa, vc que fez o Zeroes?? eu vi la no premio weshow, me matei de rir!

  4. Cerveja, não sei. Mas dizem que os cartuxos franceses fazem um dos melhores licores do mundo…

  5. po, eu quero ver esse filme aih!

  6. Olá, como faço para assistir a esse filme?
    Fiquei muito interessada, por favor, entre em contato comigo!!!

  7. Como eu entro em contato contigo, Simone?

  8. Vc tem uma cópia. teria como reproduzi-la para mim!? tipo mando a midia e vc me manda de volta? (p.musica@bol.com.br)

  9. Eu consegui o filme no programa Ares, no emule tem disponível, mas no Ares é mais rápido, durou 3 dias inteiros, digo, dia e noite, sem intervalo…

  10. me encho de singular alegria por saber de a crux esta sendo fixada sempre apesar de o mundo estar em agitacao.tambem quero fazer parte desses fixadores da crux


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: