telemarketing e chimarrão

3, dezembro 03UTC 2007 às 8:20 pm | Publicado em sem categoria melhor | 2 Comentários

liniers.jpg

Tira do macanudo Liniers. (Diariamente, aqui.)

Não gosto de trotes. Acho muito grosseiro e ofensivo. Mas toda regra tem sua excessão (inclusive esta). Por isso tenho me divertido muito ultimamente ouvindo os trotes do Willmutt.

A idéia é muito simples e genial! O Cleiton Giovanni Kurtz, um morador de Marechal Cândido Rondon, interpreta um colono alemão humilde e ingênuo que liga para algumas grandes empresas e outras não tão grandes (ou recebe ligações delas) e interage com os operadores de telemarketing.

A graça está na autenticidade do personagem (seu sotaque, suas falas, sua espontaneidade) contrastando com o rigor do, via de regra, roteiro rígido dos atendentes. Interessante também como desmascara a intenção das empresas que querem vender linhas de crédito, premiações forjadas ou simplesmente lucrar (mantendo a ligação que desligariam há tempos só porque o cliente sinalizou que tem dinheiro).

Mas eu gosto especialmente do momento que o personagem, para agradecer o atendimento, convida o operador para aparecer em sua casa e comer um caldo de galo-do-pescoço-pelado, umas bolachas pintadas, tomar um chimarrão à sombra do pé de abacate…

Em que pese o estresse que os atendentes de telemarketing sofrem e a maneira artificial (e, por vezes, inumana) que muitas empresas tratam seus clientes, talvez esteja na hora mesmo de tomarem um chimarrão com o Willmutt.

2 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Eu adoro os trotes do Willmutt! Conheci-os há uns dois anos e já dei ótimas risadas.

    Isso me lembra de quando era pequena como as crianças gostavam de passar trotes (eu tentei algumas vezes, mas nunca fui boa na arte da dissimulação…rs)

    Hoje também não gosto de trotes e não incentivo esta pratica. Mas o caso do Willmutt é excepcional, pois o que ele faz é praticamente um serviço de utilidade publica!

    Beijos

  2. Não aguento mais rir! Já havia ouvido, mas não sabia quem era, muito menos que já tinha um site próprio. Muito bom!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: