água torneiral

22, março 22UTC 2008 às 11:59 am | Publicado em cotidiano | 19 Comentários

agua-torneiral.jpg

Depois de quase trocar totalmente todas as viagens de carro por viagens de bicicleta, de quase me tornar um vegetariano e de quase negar todas as sacolas de plástico oferecidas, decidi tomar outra atitude ecológica quase-radical. Passei a beber somente água da torneira.

Vários amigos já tinham comentado que a água torneiral é potável, com vantagens inclusive sobre a água mineral. Notícias recentes de movimentos na Europa e nos Estados Unidos para diminuir o consumo de água engarrafada aliada com o tamanha do garrafão incopatível com o tamanho da minha cozinha e uma boa dose de pregüiça para encomendar novas entregas a cada semana foram determinantes para tomar a decisão.

Quais as vantagens? A primeira é o preço e a comodidade. Uns dois minutos a menos de banho pagam incontáveis copos d´água. E é simples como abrir a torneira. Outra vantagem é a chance menor de contaminação. Sim! Diferentemente da água mineral, a torneiral é tratada. Isto vai contra nossa cultura que afirma que tudo o que é público é ruim e que a opção privada é melhor. Mas, no caso da água, a observação diz outra coisa. Já deixou um galão de água mineral parado por um mês? Ele vai esverdeando de dentro para fora e água fica com um gosto “de velha”. Com a água torneiral isto não ocorre, por se tratar de água tratada. Ao contrário, quanto mais tempo a água ficar parada (em jarras ou pequenas garrafas), menor fica o gosto de cloro presente (este gosto aliás, que é o que justamente elimina os microorganismos indesejáveis, fica imperceptível depois de pouco tempo bebendo da fonte da torneira).

E outra, na troca de galão é sempre necessário fazer uma assepsia completa pois ele passou por vários caminhões e várias mãos até chegar o seu destino. A água da torneira já chega limpinha (claro que a manutenção da caixa d´água é muito recomendada). Quem garante isto, no caso de Curitiba e região, é a Sanepar, que realiza análises periódicas e sempre disponibiliza os relatórios.

Outra vantagem ainda é a questão ecológica envolvida. Beber a água pública é não fomentar o transporte (às vezes de centenas de quilômetros) que traria mais poluição e mesmo o desgaste de nossas estradas. Por que pedir algo de longe que já está ao nosso alcance? (E tem ainda as garrafinhas de plástico, que na maior parte das vezes vão parar no lixão comum, o que é pior ainda.)

Ah, sim, o filtro. Ele não parece necessário já que sua principal ação, a bactericida, é inócua visto que a água que passa por ele já não tem bactérias. E, além disso, segundo o Inmetro a qualidade dos filtros existentes é preocupante principalmente pela grande variabilidade de propostas e por não existirem normas nacionais que regulamente os filtros domésticos. Mais um gasto a menos.

Ainda outro ponto a considerar. Recentemente a Rede Globo exibiu algumas reportagens afirmando que, nos Estados Unidos, foram detectados a presença de substâncias químicas provenientes de remédios eliminados pela urina, como anti-depressivos e hormônios. Isto me pareceu bastante apropriado neste momento em que as campanhas por lá pedem maior consumo de água torneiral. Um lobby das empresas de garrafinhas? De qualquer modo, as próprias reportagens alertam que a quantidade é muito pequena e se desconhecem os efeitos (mesmo a longo prazo) nos seres humanos.

Estou bebendo água da torneira há pouco mais de um mês. Não morri, não fiquei doente (nem uma diarréia sequer), não começaram a nascer mais pelos e, muito menos, a brotar pequenos peitinhos. Ao contrário, passei a beber mais água, o que é muito mais saudável!

Taí, neste dia da água é esta a reflexão que quero trazer. Um dos milagres da vida moderna é possuir água potável tão ao alcance que precisamos ensinar às crianças que isto não é tão fácil assim. Quem sabe não é hora de valorizarmos isto e beber mais água da torneira? É o que tenho feito quando posso. Ou quase.

19 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Muito bom!

    Tem outro agravante a considerar: a qualidade da tubulação.

    Já morei em lugares onde a água torneiral se tornava, sem querer, mineral. E carregava minério suficiente para se ir imediatamente ao banheiro, heheheh

  2. É, esta uma questão bastante local. Tanto em relação à qualidade da água de que o município se abastece, quanto em relação à infraestrutura dos encanamentos, caixa d´água, etc…

    Como diz o outro, vai de cada um.

  3. Sim e não! Sim, sempre tomei água de torneira, antes era de poço, de qualidade muita vezes pior, mas louvada pelos mais antigos como de excelente qualidade. Mas depois que comecei a limpar a caixa d’água e vi a quantidade de lama que a Sanepar entrega junto, desisti. A cada manutenção da rede parece até que eles colocam barro dentro da tubulação, tanta é a sujeira que vem e se decanta no fundo da caixa.

    Não, por que acho que a água mineral da Ouro Fino tem um gosto muito bom. As outras que me perdoem, mas paladar, neste caso, é fundamental.

    Agora, se nos preocuparmos com a energia gasta para engarrafar e fazer chegar até nós, aí é coisa para se pensar. Eu utilizo uma garrafinha, daquelas de 1/2 litro, quase um semestre, portanto estou contribuindo do meu jeito.

    Outra polêmica com a água tratada é o efeito nocivo do flúor, principalmente na dentição das crianças, mas isto é assunto para os entendidos.

    Feliz dia da água para vocês!

  4. Vivas ao dia da água! ahsuahsasaa…

    uma vez numa conferencia uma representante de uma ONG do Alaska (eu acho), estavam fazendo pesquisas sobre o consumo de água da torneira x água engarrafada, numa comunidade tradicional, o resultado é que havia tido um grande aumento do consumo de água engarrafada, o que gerava mais resíduos e aumentava o custo de vida, mas o aumento do consumo de água engarrafada era reflexo da má qualidade da água da torneira, o que levava as pessoas a comprarem água…

  5. Renato, realmente a Ouro Fino tem um gosto muito particular, melhor que as outras águas. Já ouvi dizer, inclusive, que por ser um gosto mais adocicado (muito leve, mas adocicado) isto faria com que as pessoas se sentissem saciadas mais rápido e bebessem menos água. Não sei. Mas é como fiz aquele ditado, gosto é gosto e treino é treino. Ou algo por aí…

    Drizita, tá certo, com certeza o consumo de água engarrafada está relacionada ao consumo de água da torneira, em ida e vinda. A questão é que hoje a torneira não passa na cabeça de muita gente nem como hipótese.

  6. não sei quanto ao sabor, pra mim água tem gosto de água, assim como alface ou chuchu, mas não podemos ser radicais, a ponto de só beber água engarrafada e nao a da torneira ou poço, isso é coisa de quem quer manter as aparências. Uma coisa é certa a água ao sair da estação de tratamento está puríssima, um dos problemas seria o trajeto até a sua torneira, mas por isso que deve-se lavar a caixa de água a cada 6 meses, como é o recomendado.
    Um problema da água mineral é que se ela for coletada de uma fonte onde tenha rocha de calcário, ela pode contribuir para o desenvolvimento de pedras nos rins, devido a presença de cálcio, quanto a ela estar contaminada, se a empresa for séria como a ouro fino, acredito que não haja problemas, existem normas internacionais para os usos da água, para consumo ela deve estar isenta de qualquer tipo de contaminação…

    Já ouvi muitos falarem que a água da nestlé, a vita…, não é de fonte de água mineral e sim torneiral.😉

  7. Drizita, está história das pedras nos rins é verdade. É um risco da água mineral.

    Quanto à radicalidade, é isso mesmo. Por isso eu comecei e terminei o post dizendo do quase. No trabalho eu não vou negar a água do garrafão para pegar água no banheiro. Só estou deixando de comprar água mineiral para meu uso pessoal e doméstico. Isto aqui é mais uma intenção do que uma realidade.

  8. Me lembrei dos gatos, que são exigentes quanto ao que colocam na boca e preferem água corrente. Boa parte recusa o potinho com água.

    Seria interessante conhecer os efeitos do consumo exclusivo de água mineral a longo prazo na saúde da população.

    Os da água torneiral não conheço, mas sei que tios, avós e cia que viveram sem a água mineral até outro dia, estão aí saudáveis, na ativa.

    abraço

  9. Boa idéia, essa da pesquisa do efeito da água mineral a longo-prazo! E não parece ter muita gente interessada nisso…

  10. Recentemente, em viagem a Argentina, lembrei-me de um conselho de um amigo de Buenos Aires, que me dizia: “Fred, para de comprar água mineral. Pega uma garrafa de água dessas e entra num restaurante ou lanchonete qualquer, vai ao banheiro e enche a garrafa na pia. A água de BS As. toda é tratada e muito boa”. Ele tinha uma larga experiência nomade pela argentina e queria me ensinar como sê-lo.
    E realmente, a água mineral lá é mto estranha. Mas, aqui, e o filtro de barro? O problema da água torneiral é o excesso de cloro que é colocado no tratamento ou mesmo na limpeza da caixa d´agua. Em muitos lugares isso é visível e o filtro de barro ajuda a solucionar o problema um pouco…

  11. […] 24, Julho 24e 2008 at 2:47 pm | In sem categoria melhor | Querida leitora, você seguiu as dicas deste blogue, parou de tomar água mineral e não sabe mais o que fazer com o antigo galão de água? Pois o post […]

  12. Bem observado. Em toda a Europa o consumo de água engarrafada caiu substancialmente. Os europeus consomem quase que sómente água da torneira, só que filtrada. Um bom filtro reduz o cloro livre e o carbonato de cálcio, deixando a água mais leve e livre de sabores ou cheiros provenientes do cloro. Há vários modelos e marcas no mercado, com preços variados. Uma excelente alternativa é este aqui http://www.topcwb.com Confira o laudo da Tecpar existente no site.

  13. […] | No Comments Tags: composteira Ok! Você já separa o lixo. Já trocou o carro pela bicicleta. Já bebe água da torneira. Já diminuiu ou eliminou o consumo de carne. Já trocou as lâmpadas incandescentes pelas […]

  14. Ok Ok…
    Água de Curitiba… isto é que me preocupa.
    Conversei (no bar, ok ok…) com um amigo que é engenheiro civil e trabalha na SANEPAR. Infelizmente a informação obtida é que a qualidade da água em Curitiba atende minimamente aos requisitos para torna-la potável. Há sérios problemas na regiões de mananciais (habitações irreguralares, corregos poluídos, afluentes contaminados antes de chegarem ao reservatório) e fica difícil purificar a água. A dica simples é: se você estiver na região que recebe água do Iraí, evite beber agua torneiral, já para quem recebe água do passaúna não precisa se preocupar tanto…

  15. […] um desses refris de baixa caloria levemente gaseificados com cara de água mineral, mas que continuam sendo refrigerante. Realmente, é estranho um chimarrão (ou chá de erva mate) […]

  16. PARABENS PELA COLOCAÇÃO, SÓ NÃO CONFIE 100% NA AGUA DA TORNEIRA POIS, O QUE DEIXA ELA POTÁVEL SÃO VÁRIOS PRODUTOS QUÍMICOS QUE ESTÃO PRESENTES NA ÁGUA E VOCÊ NÃO VÊ E QUE PODERÃO DESENCADEAR DIVERSOS TIPOS DE DOENÇAS SUBCLINICAS COMO CANCER DE ESTOMAGO, CIRROSE HEPÁTICA, FALÊCIA RENAL, ETC. OUTRA QUESTÃO IMPORTANTE É O USO DO CLORO NA ÁGUA POIS, EM CONTATO COM QUALQUER MATÉRIA ORGÂNICA GERA UMA SUBSTÂNCIA CHAMADA DE TRIHALOMETANO OU THM QUE É ALTAMENTE CANCERÍGENA, O IDEAL É QUE NA HORA DE INGERIR ESSA AGUA, NÓS PODÉCEMOS RETIRAR TODAS ESSAS QUIMICAS. OS FILTROS REALMENTE NÃO FUNCIONAM VOCÊ TEM RAZÃO, MAS VOCÊ JÁ CONHECE UMA TECNOLOGIA DE ULTIMA GERAÇÃO QUE REMOVE TODAS ESSAS SUBSTÂNCIAS E TORNAM A AGUA 100 VEZES MAIS PURA QUE A MINERAL, E O QUE É MELHOR, PODE SER COLOCADO NA PONTA DAS TORNEIRAS. VOCÊ É UMA PESSOA QUE ESTÁ PREOCUPADA COM A SAÚDE, POR ISSO EU NÃO PODERIA DEIXAR DE COMENTAR ISTO. MUITO CUIDADO POIS NÓS SÓ TEMOS DOIS RINS E VOCÊ ESTÁ FAZENDO DELES MEROS FILTROS DAGUA. VOCÊ PRECISA ESTUDAR MAIS, PESQUISA SOBRE FALENCIA RENAL. OU ME MANDA E-MAIL QUE IREI TE ORIENTAR MAIS OK?

  17. para vocês que não sabe, a ´gua torneiral contem cloro, e o cloro tem uma substância chamada trialomentano que causa cancer, lembra daquela marquinha que muitos dizem ser ferrugem que fica na pia do banheiro ou no vaso sanitário , pois bem, e o trialomentano que o causa, imagine aquilo dentro d teu orgânismo ! conheça oPURIFIC ( http://www.purific.com.br )

  18. Fiquei na mesma sobre beber ou não beber agua torneral.

  19. I do trust all of the concepts you’ve

    introduced in your post. They’re very convincing and

    will definitely work. Still, the posts are too
    quick for newbies. May just you please prolong them a bit from

    subsequent time? Thanks for the post.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: