o bom conselho

23, maio 23UTC 2008 às 10:36 am | Publicado em histórias verídicas que realmente aconteceram | 5 Comentários

.

Já devo ter ouvido milhares de dicas, recomendações e conselhos. Um, contudo, provavelmente determinou muito do que sou hoje. Não sei por que entre tantos resolvi seguir este.

Eu deveria ter uns 12 anos de idade quando encontrei uma coleção de 3 livros de capa dura denominada “Biblioteca Prática do Executivo”. Versava principalmente sobre comunicação, oratória e psicologia barata, numa linguagem bastante simples, mas recheada de referências clássicas e ilustrações bem humoradas. Lá pelas tantas o autor contava e repassava um conselho que havia ouvido do dono do jornal em que trabalhava:

“O conselho foi o seguinte, muito simples: ‘Nunca vá dormir sem antes ler qualquer coisa, durante apenas cinco minutos. Dentre de uns cinco anos sua cultura será invejável para sua idade!’

Explicou que não importava o tipo de livro que eu lesse, mas deveria ler todo dia, por mais cansado e com sono que estivesse. Insistiu nos cinco mintos, recomendando que eu não deveria fazer maratonas de leitura, procurando ler meia hora ou uma hora. Cinco minutos! Mas… todo santo dia. Recomendou ainda que eu sempre tivesse à cabeceira um livro difícil, daqueles que são duros de entender. Mesmo que você não compreenda logo, chegará o dia em que o sentido do livro lhe vai ser desvendado, como numa revelação!”

Gostei da idéia e peguei-a para mim. Ela me marcou tanto que, ao me reencontrar com o livro, foi muito fácil reencontrar também a citação (lembrava inclusive de sua posição na página). A obra da editora Amazonas Ltda, de 1978, curiosamente não indica seu autor… Engraçado como, na página seguinte, este autor desconhecido diz que as “estórias em quadrinhos” são preguiça mental e que deveria ser evitadas. Ainda bem que este conselho não ouvi.

Pois bem, recentemente descobri que esta recomendação é mais antiga do que pensava. O naturalista romano Plínio, o velho, no primeiro século já dizia:

“Nulla die sine linea.”

Nem um dia sem uma linha. Em outras palavras, pelo menos uma linha de leitura por dia. No Brasil, país em que a média de leitura é de 1,8 livros por ano, lendo uma linha por dia (ou cinco minutos) fica muito fácil estar acima da média . Nem é preciso de cinco anos para ter uma “cultura invejável” (se é que cultura alguém inveja aqui no Brasil).

Mas a mais famosa frase deste romano antigo é a

“In vino veritas”

que me ensinou outra lição importante. Mas isso é outra história.

Anúncios

5 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Você poderia pelo menos traduzir a frase In vino veritas, para seus leitores usarem a imaginação e pensar na outra lição.

  2. hoje os quadrinhos são considerados a nona arte, incrível como os tempos mudam. 1,8 livro por ano? puxa, isso é muito pouco. os livros são caros no brasil, qualquer lançamento não sai por menos de R$ 40,00, aí vou na biblioteca pública e ela está totalmente desatualizada, os livros novos são todos de doações de algum professor, quando tem. é triste ser leitor no brasil, mas já imaginou como deve ser bem pior ser escritor nesse país?

    Comentário duplicado detectado; parece que você já disse isso (o word press me chamando de tonto, hehe)

  3. Sai mais barato um livro importado do que uma edição nacional. É o velho problema do Tostines ao contrário: o livro é caro porque vende pouco ou vende pouco porque é caro?

    A propósito da frase, antes do Arquivo X dizer que a verdade está lá fora, os romanos diziam que a verdade está no vinho…

  4. eu li seu blog, isso conta? rsrsrssss… mas gostei da idéia, vou adotá-la.

  5. Adote. E não se arrependerás!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: