igualmente diferente

21, julho 21-03:00 2008 às 7:18 pm | Publicado em educação | 3 Comentários

Se já estivemos outrora preocupados com moral e os bons costumes, estamos agora em uma época do politicamente correto. Ou em parecer politicamente correto. Ou ambientalmente, socialmente, espiritualmente, enfim, o importante é mostrar o quanto estamos rigorosamente em dia com o carnê do Baú.

Por isso parece que esta atividade nas empresas está mais voltada para o setor de marketing do que para os Recursos Humanos (ou melhor, Gestão de Pessoas, para ficar politicamente correto), produção ou vendas. O problema é que, como a propaganda é a alma do negócio, depois de Descartes todo mundo sabe que a alma separou-se do corpo e, por isso, o marketing não precisa ser coerente com o que o corpo da empresa faz; basta parecer coerente.

Só assim eu posso entender a campanha que vi neste outdoor:

Esse é o típico pensamento de quem quer parecer politicamente correto e, muito provavelmente, foi pensado por publicitários e não por professores da faculdade em questão. Afinal, as pessoas, sim, são diferentes! O importante é reconhecer a diferença, aceitá-la e conviver com ela. O que não é lá das coisas mais fáceis, mas está na base da alteridade. O contrário de imaginar todos iguais, que lembra muito ideologias totalitárias e eugênicas.

(Se não fosse assim, a famosa “Parada da Diversidade” seria chamada de “Parada da Igualdade”, não seria?)

Esses publicitários deveriam dar uma passada na sala dos professores…

Anúncios

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.