pobre Thomas Khun

5, outubro 05UTC 2009 às 11:52 pm | Publicado em desenhos | 8 Comentários

paradigma

Anúncios

8 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Isso parece aquele personagem do livro: Como me tornei estúpido. Será que ele irá conseguir consertar muitos paradigmas quebrados?

  2. Se põe uma boina eu diria se tratar do César.
    Rs, abraço!

  3. Muito bom. (mas ele vai ter trabalho!)

  4. Por acaso ou não, troque algumas palavras do currículo e eu vejo exatamente minha formação, heheh

    Mas o mais divertido (às vezes tragicômico) é não ser enxergado onde a gente está, mais ou menos como aquela pesquisa do psicólogo que se tornou invisível se vestindo de lixeiro. A diferença é que nesse caso não nos vestimos de lixeiro, enquanto alguns incautos enxergam em nós algo semelhante ao estatuto social dos lixeiros. Suprema questão ética, de fato.

    E a charge de hoje do Dahmer acaba sendo o patinho feio dessa tua, tão afim aos discursos corporativos (quem sabe algum palestrante a utilize em um super-show de powerpoint?): http://www.malvados.com.br/index1339.html

    Já o Thomas Kuhn, se estivesse vivo, estaria muito bem, como milhares de seus acólitos gringos escrevendo papers inúteis. Nada como um lixeiro, quer dizer judoca, chamado Eduardo Santos, para dar outro exemplo.

  5. Olha, conheço duas pessoas que entendem muito de epistemologia. Um é César e outro o Catatau. Se o César saiu parecido, bom, foi por acaso ou por conta do inconsciente, dependendo da interpretação teórica. Se a formação ficou parecida com a do Catatau é porque essa penso eu ser a melhor formação para um epistemólogo…

    Bom, mas no fundo eu só queria fazer um trocadalho do carrilho com a ideia de conserto de paradigmas. Sinceramente não aguento mais falarem na quebra deles. É só alguém tropeçar e já quebrou um paradigma.

    Quanto ao mercado, é um deus burro.

    Mas não entendi o exemplo do judoca, Catatau…

    • Realmente,

      Apesar de que para mim, ele pareceu ter um certo “espírito empreendedor”.

      []s.
      Lucio Flausino

  6. hahahahahahahaha

    pobre.

    em mais de um sentido.

    E ainda assim fazendo muito, muito sentido.

    Ótima sacada.

    Um abraço

  7. paradigma é uma palavra realmente estranha…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: